Make your own free website on Tripod.com

Murilo Mendes

Biografia | Obra: O Utopista

Biografia
Murilo Mendes(1901-1975) nasceu em Juiz de Fora, Minas Gerais, onde fez os estudos secundários. Foi bancário, inspetor de ensino e serventuário da justiça, antes de se mudar para a Europa, em 1953. Ali trabalhou como professor de literatura brasileira, lecionando em vários países - Bélgica, Holanda, Itália, Espanha e Portugal -, onde conheceu artistas de quase todo o mundo.
No Brasil, visto como escritor difícil, tem sido esquecido ao longo dos anos. Mais do que difícil, porém, a poesia de Murilo Mendes é surpreendente. O estranhamento que provoca deve-se à sua linguagem fragmentada, às suas mensagens insólitas, à sua visão messiânica do mundo e à sua simbologia própria.
Partindo de uma concepção de que o mundo é o próprio caos, sua poesia busca o tempo todo destruir para reconstruir, subverter a ordem das coisas instituídas para reorganizá-las de acordo com leis próprias.
Considerado por alguns como o principal representante da poesia surrealista no Brasil, a obra de Murilo Mendes está longe de receber qualquer classificação taxativa. Ela é o resultado das múltiplas experiências pelas quais passou o autor: o cristianismo, o surrealismo, a poesia social, o neobarroquismo e o experimentalismo lingüístico.
Tentando conciliar realidades díspares, o próprio autor comenta: "um grande artista deve conciliar os opostos", que são "grandes temas centrais da arte e da vida humana: a idéia da transgressão da ordem - a saudade do paraíso perdido - e a volta à unidade".

O Utopista


Murilo Mendes

Ele acredita que o chão é duro
Que todos os homens estão presos
Que há limites para a poesia
Que não há sorrisos nas crianças
Nem amor nas mulheres
Que só de pão vive o homem
Que não há um outro mundo.