Make your own free website on Tripod.com

Oswald de Andrade

Biografia | Obra: Canto de Regresso à Pátria

Biografia
José Oswald de Souza Andrade nasceu em São Paulo em 1890 e aí morreu em 1954. De espírito irrequieto, foi uma das figuras mais dinâmicas do movimento modernista. Nas suas viagens à Europa, entrou em contato com idéias vanguardistas que depois divulgava no Brasil. Exerceu inúmeras atividades ligadas à literatura, tendo sido jornalista, poeta, romancista e autor de peças teatrais.
A poesia de Oswald de Andrade é um exemplo vigoroso de renovação na linguagem literária. Fugindo totalmente aos modelos literários da época, ele construiu uma poesia original, plena de humor e ironia, numa linguagem coloquial que surpreende pelos achados e pela maestria com que o autor soube utilizar as potencialidades da língua portuguesa. Repudiando o purismo e o artificialismo, Oswald de Andrade incorpora à poesia que se limitava a obedecer e copiar certas fórmulas e padrões consagrados pelos nacionalistas, que ele satirizou numa passagem do Manifesto da poesia Pau-Brasil: "Só não se inventou uma máquina de fazer versos - já havia o poeta parnasiano".
No campo da prosa, duas obras suas abriram novas perspectivas para a pesquisa e desenvolvimento da linguagem literária moderna: Memórias sentimentais de João Miramar e Serafim Ponte Grande.
Suas obras principais são:

Canto de Regresso à Pátria


Oswald de Andrade

Minha terra tem palmares
Onde gorjeia o mar
Os pássaros daqui
Não cantam como os de lá

Minha terra tem mais rosas
E quase que mais amores
Minha terra tem mais ouro
Minha terra tem mais terra

Ouro terra amor e rosas
Eu quero tudo de lá
Não permita Deus que eu morra
Sem que volte para lá
Não permita Deus que eu morra
Sem que volte para São Paulo
Sem que veja a Rua 15
E o progresso de São Paulo.

 

Parar

Play/Pause

Diminuir Volume

Aumentar Volume


  Clique "Play" para ouvir a leitura...

topo da página

bibliografia: